26 de mar de 2009

A Promessa de Deus

Como primeiro post deste blog que nasce neste instante, nada mais adequado (e não pretendo usar de muita adequação daqui em diante) do que começar pelo início, meio e fim de tudo no Universo: Deus.

Sempre acreditei, desde muito pequeno, numa força única, que amalgama todas as energias em suas mais diversas formas de manifestação. Por isso, já peço licença aos olhos do leitor para escrever sobre o que me vier à mente, inclusive sobre Deus. Afinal, se tal força é a enzima de tudo, logo, ela está em cada um de nós também.

Mas antes de iniciar tamanha ousadia, prefiro transcrever um texto que não escapa do meu HD. É sobre a promessa de Deus.

Boa leitura!

"Deus prometeu que se confiarmos Nele, Ele nos ressarcirá de todas as coisas injustas que nos aconteceram. Talvez você tenha sido passado para trás em um transação comercial e tenha perdido muito dinheiro. Talvez alguém tenha mentido a seu respeito e essa informação incorreta tenha atrapalhado a sua promoção. Ou talvez um amigo íntimo o tenha traído. Sem dúvida, esse tipo de perda deixa cicatrizes indeléveis, fazendo com que você queira se agarrar à dor. Seria lógico que você procurasse se vingar. Muitas pessoas até mesmo o incentivarão a fazer isso. O slogan "Don't get mad, get even!" (Não fique zangado, acerte as contas!) é um princípio bem aceito hoje em dia. Mas esse não é o plano de Deus para você. Se você quiser viver da melhor maneira possível agora, precisa aprender a acreditar que Deus promoverá a justiça na sua vida. A Bíblia diz o seguinte: "Deus é justo e Ele resolverá as questões do Seu povo." Isso quer dizer que você não precisa sair por aí tentando se vingar das pessoas. Deus é o seu defensor. Você tem de começar a permitir que Ele lute as suas batalhas por você. Deixe que Deus resolva os seus problemas. Deus prometeu que se você Lhe entregar essas questões e deixar que Ele lide com elas da Sua maneira, Ele corrigirá a situação. Deus promoverá justiça em sua vida." Osteen, Joel - In "O Momento É Este!", Best Seller

1 comentários:

M disse...

faz todo sentido essa ser a exceção da regra de que toda regra tem uma exceção.

Postar um comentário